segunda-feira, 16 de março de 2009

Beija-flor em compasso ternário infinito

Eu vim pensando em escrever sobre você, pra você. Eu vim pensando em te dizer que você é muito mais do que imagina. Que é mais inteligente, mais belo e mais sábio do que imagina. É mais companheiro, mais verdadeiro, mais amigo do que imagina. Você não sabe o enorme potencial que vem de você. Sua capacidade de se doar aos outros, sua disposição de sempre estar por perto, da "dedicação de me fazer sorrir".. de ajudar, de se mostrar confiável. Você não faz idéia da grandiosidade do seu ser. Não, não faz. Sei que não te digo, as palavras não costumam sair facilmente da minha boca. Minhas mãos é que fazem ligação direta com o coração. Com elas eu demonstro todo o sentimento que mora em mim. Através delas é que te escrevo e é com elas que te sinto e te faço carinho, enquanto observo você dormir. E é nessas horas que as palavras me vêm. É nessa hora que me encho de coragem pra dizer tudo o que está engasgado. Tudo o que está bem preso aqui dentro, tudo o que não consigo dizer olhando nos seus olhos. O que nem precisa, pois você sabe lê-los... Mas eu queria falar, eu quero falar! E enquanto você dorme preparo todo um discurso. Sim, modéstia a parte, é um belo discurso. Daí você acorda e tudo isso desaparece: as palavras, a coragem.. e eu te abraço com força, muda, de olhos fechados. Meu coração mais perto do seu. Você sente a intensidade? Ele pula no seu ritmo, um compasso ternário. Ora lento, ora desesperadamente acelerado, sempre na mesma métrica, num mesmo infinito. É a mais bela canção que senti. Sim, canções de verdade são sentidas, não somente ouvidas. São aquelas que mexem com seu íntimo, que te tiram de um estado normal. Que emocionam, que fazem chorar, rir, gargalhar.. Essa canção faz isso tudo. Tudo ao mesmo tempo, agora e sempre. Sempre, como o infinito do vôo do beija-flor. Sempre, pois meu ser volúvel, nesse caso, tem a variabilidade de gostar muito ou desesperadamente de você. Uma volubilidade paradoxal.. essa sou eu em você.
E eu aqui falando de mim, quando era pra escrever sobre você. Mas como também é pra você e você é o meu eu fora de mim, tudo bem, né?!

Não é poesia, não é poema, não tem rima. É o compasso ternário descompassado do meu coração...
Não tem eira nem beira, nem nexo nem anexo. É o simples sentir, livre e puro que você me proporciona.
É a raridade, a beleza e a plenitude que agora me tomam e eu não quero que vá embora...


Em resumo: amo você.. é isso e ponto. Quer dizer, dois pontos.. xD


P.S.: "Seja como for, seja como o destino escolher, amo você.."

12 comentários:

Sr. OverGround disse...

Raffa.. dotada de uma espada grandiosamente cortante.. Pode de olhos fechados atingir o fino limite entre meu corpo e meu espirito!

O que posso comentar.. sendo assim como sou.. tão tolo.. e fraco?

Perfeição já ficou pela estrada..
A palavra agora é "ILUMINAÇÃO"! Mesmo fora de contexto..
Pois não á adjetivos para descrever tão belo devaneio!

Amo vc.. espelho!

Zoltan disse...

Os mudos também amam! rs...
Sejam felizes! =D

Raffs disse...

kkkkkkkkk...
Thompson, você me diverte!!

xD

A Madrasta Má disse...

Nossa está emocionante esse blog hein.... cheirinho de maçã do amor.... q diliçaaaaaaaa! Bjinhos da Madrasta!

Anônimo disse...

muito bom... ;^)
Ass: Herison G. Alencar

Sibele disse...

Oi,Raffa!Nossa lindo texto, escrito com a alma com o coração, enfim com os sentimentos mias nobres que uma pessoa pode ter.Lindo texto, lindo mesmo!Essa pessoa que observas enquanto ela dorme com certeza é alguém muito privilegiado que tem um lugar especial no seu coração.
Adoro-te!
Beijos

A Madrasta Má disse...

Olá minha querida Raffs, tem uma maçãzinha para você..... to esperando lá no blog.... venha morder, porque esta você não tem!!!!! Bjinhos da Madrasta!

Bárbara Stracke disse...

posso dizer o q, mediante tanto amor? nada... só *suspiro*

bjz

' Josi Keller disse...

Oii, desculpa incomodar e tals fazendo propagandas baratas[rsrs]
To divulgando meu blog..
http://josikeller.blogspot.com/
' Os pensamentos voam.. '
" SIM, MINHA FORÇA ESTÁ NA SOLIDÃO. NÃO TENHO MEDO DE CHUVAS TEMPESTIVAS, NEM DAS GRANDES VENTANIAS SOLTAS, POIS EU TAMBÉM SOU O ESCURO DA NOITE.. OLHANDO PRO HORIZONTE, ESPERANDO A LUZ ME ENCONTRAR.. "

Pode da uma passadinha ? Os ultimos postes foram de uma historia com III partes, Antes que termine o dia se chama.
Um linda historia de amor
Valeu..
Desculpa de novo por incomodar..
Abraçooos

.

Flavinha disse...

Oi!
Tem presente pra você lá no Maldosas!
Passa lá!
Um xero!

sandra disse...

simplesmente demais! sem comentarios.

Beijos

te amo

Raffs disse...

hehe...
mamãe de volta xD

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo