terça-feira, 3 de março de 2009

Cuidado com os tarados intelectuais...


Eu observava o curso da vida, como de costume. E esperava sentada no banco a hora de trabalhar. De longe um homem me observava. Olha e desvia o olhar. Vem caminhando em minha direção meio sem jeito. Ele puxa assunto, pergunta sobre a universidade. Diz que é de São Paulo. O sotaque não nega. O estilo também não. E ele se senta, a conversa flui. USP, UnB, jornalismo, revista, artigos, editoração... Tudo girava em torno disso. Até que me faz um convite: ‘é uma festa na casa da minha namorada’ - Estranho, pensei. - ‘a gente bebe, fuma, conversa sobre tudo.. é legal.. queria muito que fosse’. – Uhum.. vai esperando queridinho. Não quis ser grossa e fui aos poucos tentando me livrar daquela situação. ‘você é linda, sabia?!’ – Ahm... tá, cadê mesmo sua namorada?, pensei novamente. – ‘fiquei te observando por um bom tempo. Seu jeito de não dar moral pra ninguém. Um ar naturalmente superior. As pessoas passavam, olhavam, mas você nem aí. Duas meninas, uma cutucou a outra pra olhar você. E ela fez. E andou mais devagar. E mordeu os lábios, falou alguma coisa. Sabe, a gente percebe a beleza de uma mulher observando os outros a observarem...’ – (Aimeodeozmetiradaqui)õ.O .. Gelei! Tá, foi legal pro ego ouvir um elogio, mas fiquei com medo. Mas não era de se desesperar. Estava no ceubinho, onde passam diversas pessoas, todo o tempo. Se eu precisasse gritar, alguém me ouviria. Fiquei na minha. Sorri sem graça, agradeci. E ele continuou. Falou da namorada: ‘um dia ela estava em casa com a amigas, bebendo. Foram pro quarto. Demoraram. Fui ver o que acontecia. Bati. Ninguém respondeu. Perguntei se podia entrar. Conssentiram. Abri a porta. Estavam as duas, na cama, nuas. Duas lindas mulheres se pegando. Aquilo me deixou em transe. Fui no céu...’ – Pára! Pára véi... eu não quero mais ouvir nada:

-          Eu preciso ir, tá na minha hora.

-          Mas já? Me dá seu telefone, seu e-mail.

Inventei qualquer número e escrevi num papel. Precisava sair rápido dali. Fui embora, com o coração disparado, assustada. Então era pra isso que ele me chamou? Que medo, cara. É cada um que me aparece. É por isso que não gosto de me vestir de menininha... tá cheio de tarado nesse mundão de Deus...

Já me ensinaram a fingir um desmaio ou se fazer de louca ao perceber a aproximação de um tarado estuprador. Mas, e quando o tarado é um cara distinto, bem vestido, intelectual? Bem que mamãe falou pra nunca conversar com estranhos...

Acho que vou comprar um spray de pimenta!!

8 comentários:

Zoltan disse...

Isso me lembrou a tia que foi estuprada na universidade esses dias. Vi em algum jornal random ai...
Tarados a parte, quando vejo uma menina usando qualquer coisa parecida com o vestido e meias dessa menina da foto me dá um preguiça... É como se eu tivesse que tirar toda a roupa da Emília do Sítio do Pica Pau Amarelo para transar. uhauhauhauhauhuah

vinicios k. ribeiro disse...

Que tenso...

mas no fim esta situação constrangedora gerou uma crônica muito bem escrita.

Super beijo

amo amo

Sr. OverGround disse...

Emília? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..

M fala quem é esse tarado.. q vou com o Ian dar uma surra nele minha macaca.. rs..

Zilliones de Kissus..

Sr. OverGround disse...

http://josezar.blogspot.com/

Bruno Blessed disse...

Esses tarados nunca vão descansar meu. Mau amadado mesmo¬¬. Ela ta muito é estilosa na foto, haha. Ótima crônica mesmo!

Um abraço e bom finzinho de semana amiga de BSB. #)~~

Bárbara Stracke disse...

1- verídico ou texto seu?

2- que sotaque? Paulista não tem sotaque! hauhauhauahuahu XD (tá... a gente é que pensa...)

3- tarado intelectual é sempre made in USP... aiff... começa a falar errado que eles somem.. rsrsrs

bjz

Bárbara Stracke disse...

1- verídico ou texto seu?

2- que sotaque? Paulista não tem sotaque! hauhauhauahuahu XD (tá... a gente é que pensa...)

3- tarado intelectual é sempre made in USP... aiff... começa a falar errado que eles somem.. rsrsrs

bjz

Viviane Zion disse...

Putzzz... o ceubinho é meio que a antessala do inferno!!! Sempre aparece uns "coisos" assim!!!

Jornalista? Paulistano? Vixxx... Conheço a raça.õ.O São uns tarados mesmo, hihihihihi!!!

Besitos...

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo